You are here:  / Dinheiro / Oportunidades Em Casa / 3 Principais Erros do Empreendedor Iniciante

3 Principais Erros do Empreendedor Iniciante

Leia esse post até o final e aprenda mais sobre os principais erros do empreendedor iniciante para que possa evitá-los e ser bem sucedido.

Lembro que quando eu era bem pequena, “criei” talvez o primeiro microfone do mundo feito daquele papelão que tem dentro do rolo de papel higiênico. Eu acreditava que se fizesse bem feito e colocasse algumas balas dentro, seriam facilmente comercializados, além de evitar que fossem descartados.  😳

Aliás, tenho várias recordações de coisas que fiz para vender na rua ou na escola, desde bem nova.

Minha irmã por outro lado, nunca foi muito dessas coisas (esperta é ela, que sofre bem menos que eu kkkkkk).

Brincadeiras à parte, sei que existem muitas teorias por aí e muitas pessoas acreditam que o empreendedorismo pode ser desenvolvido.

Sou daquelas que acreditam que o empreendedorismo nasce nas pessoas.

Para mim, a pessoa que procura saber sobre assunto, sempre teve a sementinha do empreendedorismo plantada dentro de si. Por outro lado, se essa sementinha não estiver lá, não há nada que possa ser feito, como no caso da minha irmã.

Quando alguém tem isso dentro de si, não consegue ficar quieto. A mente trabalha o tempo todo, sempre tentando encontrar uma ideia ou solução.

Contudo, o desespero em conquistar o mundo faz muitos “meterem os pés pelas mãos”.

Falarei a partir de agora sobre alguns dos erros mais comuns entre os empreendedores iniciantes, que se observados, poderão e deverão ser evitados.

Principais Erros do Empreendedor Iniciante

1 – Imediatismo

A Coca-Cola vendeu apenas 25 garrafas em seu primeiro ano, pense nisso! - empreendedor iniciante

A Coca-Cola vendeu apenas 25 garrafas em seu primeiro ano de negócio, pense nisso!

Acredito que esse seja o erro número um do empreendedor iniciante.

Por estar ansioso e acreditar que sua ideia é a melhor ideia do planeta, ele não pode esperar para ver o retorno financeiro. Mas quando o dinheiro não vem, ele fica abalado.

Acontece que nem sempre os resultados vem tão depressa quanto o planejado. Nesse momento é preciso jogo de cintura, foco e força.

Quem é imediatista normalmente desiste no primeiro prejuízo, abrindo mão de um possível futuro bem sucedido, porque não gosta ou não sabe esperar. Isso é um problema.

Muitas vezes somos os únicos que acreditamos em nossa ideia. Se a ideia é boa, devemos lutar até o fim, conscientes de que as coisas não acontecem do dia para a noite.

Imagina se o dono da Coca-Cola tivesse planos para testar sua empresa só por alguns meses? Ele que vendeu apenas 25 garrafas em um ano inteiro… Se tivesse sido imediatista a empresa provavelmente nem existiria agora.

2 – Amadorismo

Uma coisa que sempre levei à sério em meus negócios, por menores que fossem, é o profissionalismo.

Quando eu tinha uns 16 anos, fazia bijuterias para vender. Uma vizinha ofereceu-se para ser minha revendedora.

Antes que ela começasse, fiz um “contrato” e etiquetas com o nome da “minha empresa”. Isso passava um ar mais profissional e consequentemente valorizava minhas peças.

O amadorismo é um erro bastante comum entre os iniciantes e isso desvaloriza o produto/ideia.

Quando você quer ganhar dinheiro com alguma coisa, precisa dar o melhor de si e esforçar para saber ao máximo sobre aquele assunto.

É como uma troca, você entrega o melhor e o cliente entrega o dinheiro. Fazer as coisas de qualquer jeito é como dar um tiro no pé.

3 – Gastos desnecessários

empreendedor iniciante-como-ganhar-dinheiro-ideiais-para-ganhar-dinheiro

Quando o dinheiro começar a entrar no negócio, o empreendedor iniciante precisará manter os pés no chão.

Muitos começam a esbanjar no primeiro instante, no primeiro sinal de que o negócio dará certo. Isso não é apenas errado, é um risco.

Antes de realmente poder usufruir dos lucros da empresa, é preciso separar uma parte como capital de giro (valor necessário em épocas difíceis) e também uma parte para reinvestir na empresa.

Conheço casos de pessoas que gastavam todo o lucro logo quando abriram e suas respectivas empresas faliram em pouquíssimo tempo.

Se você quer que sua empresa tenha futuro, lembre-se, antes de qualquer gasto com você, separe o suficiente para capital de giro e reinvista no que for necessário.

Dessa forma, a empresa ficará cada vez mais sólida e a receita cada vez maior.

Conclusão

Se você é iniciante nesse mundo de empreender, considere evitar esses três erros que citei acima e já estará em vantagem perto de vários concorrentes.

Saiba porém que vez ou outra falharemos, não tem jeito. O importante é aprender com os erros, manter a cabeça erguida e nunca desistir.

Enquanto estiver caminhando, ainda que em passadas curtas, estará cada vez mais perto do sucesso.

Não desista dos seus sonhos, ainda que seja o único que acredita neles.

Esse post pode ser útil para mais alguém, seja legal e compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Comecei a trabalhar fora aos 14 anos. Aos 22, abri uma loja de sucesso em minha cidade. Porém, quatro anos depois, meu nível de estresse superava os lucros. Foi então que resolvi buscar uma alternativa de negócio que pudesse desenvolver em casa ou em qualquer lugar, desde que fosse longe de tudo aquilo. Nesta época descobri um mundo novo a partir da internet. Ganhar dinheiro, estudar, malhar... são algumas das inúmeras oportunidades que encontrei em casa.

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Show Buttons
Hide Buttons